Imprimir
Visualizações: 1275
1 1 1 1 1 1 1 1 1 1 (0 Votes)

Alice Vieira, ...
1ª Edição: 2007
Editora: Oficina do Livro
ISBN: 978-989-555-322-8
312 páginas

 

Carlos bateu a porta do palacete do avô, furioso com a discussão que acabavam de ter por causa do seu namoro com a jovem Lara Marlene.

— Essa fulana não está ao seu nível! Eu sei que o pai dela aparece de calças encarnadas e blazer azul nas revistas cor-de-rosa, mas toda a gente sabe que ele faz fortuna a traficar droga. É um novo-rico intragável, com iate, conta no Gigi, herdade no Alentejo, mas não esconde um indisfarçável amor pelo Benfica.

— O avô não percebe! A rapariga está grávida!

— Pois trate de a fazer abortar!

Afonso da Maia era aristocrata, era monárquico, era conservador, era do Belenenses, era oficial da Marinha, era surdo e, está claro, no referendo sobre o aborto tinha votado «Não». Melhor. Tinha votado «Não, obrigado» porque era um senhor com muito boas maneiras.

Carlos irritava-se com estas incoerências do avô. Não era, como diz Oscar Wilde, suficientemente jovem para saber tudo, por isso não sabia que estas coisas são muito naturais. Até havia um grupo de «nãos» que, se o «Não» ganhasse, pensava [...]

 

Obra coletiva